Novo safety car na temporada 2010 de Fórmula 1

mercedes sld amg - safety car da temporada 2010 de fórmula 1A Mercedes Benz apresentou o safety car da temporada 2010 de Fórmula, é o SLS AMG. Essa pequena maravilha acelera de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos e atinge a velocidade máxima de 315 km/h, tudo isso graças ao motor V8 de 6,3 litros com 571 cavalos de potência e a carcaça (e muitas outras peças) em alumínio e fibra de carbono. Divirta-se com este vídeo promocional do lançamento em 2009 (duração 02’27”):

Clique e aproveite estes lançamentos Submarino:
Pré-Venda - Chico Xavier A História do Filme de Daniel Filho Pré-Venda - DVD Tá Chovendo Hamburguer Pré-Venda - Game God of War III - PS3

Anúncios

Los Coches de Fangio

Juan Manuel Fangio teve uma carreira fantástica na Fórmula 1. Disputou apenas oito temporadas, mas foi campeão em cinco delas e vice em outras duas.

Este vídeo fala sobre os carros de corrida que Fangio usou na década de 1950, é bem legal. Está em espanhol, por isso sugiro consultar o blogue 4 Rodinhas, do nosso amigo José António, para ter mais detalhes e histórias dos carros:

ALFA ROMEO 158

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Com este carro Giuseppe Farina foi campeão e Fangio vice. Mais quatro pilotos utilizaram este modelo na primeira temporada da Fórmula 1: Luigi Fagioli, Reg Parnell, Consalvo Sanesi e Piero Taruffi (estes últimos três pilotos apenas em uma prova cada um). Saiba mais no 4 Rodinhas.

 

ALFA ROMEO 159

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Imagem do blogue 4 Rodinhas

É o mesmo carro de 1950 com mais melhorias e levou Fangio para a conquista do seu primeiro campeonato. Saiba mais no 4 Rodinhas.

 

MERCEDES-BENZ W196

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Imagem do blogue 4 Rodinhas

A legendária Flecha-de-Prata teve duas versões, em 1954 totalmente carenada e em 1955 um modelo mais comum. Ambos vencedores. Saiba mais no 4 Rodinhas (aqui 1954 e aqui 1955).

 

FERRARI D50

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Este modelo é na realidade um Lancia que a Ferrari incorporou ao adquirir o espólio da equipe falida. Com este carro Fangio conquistou o tetra-campeonato mundial de Fórmula 1. Saiba mais no 4 Rodinhas.

 

MASERATI 250F

Imagem do blogue 4 Rodinhas

Imagem do blogue 4 Rodinhas

“O Maserati 250F era considerado um carro “clássico” sem grandes inovações técnicas mas era um modelo bastante harmonioso e equilibrado, previsível e controlável, que quando conduzido por um grande campeão, como Juan Manuel Fangio, tornou-se num carro dominador.” Saiba mais no 4 Rodinhas.

 

Com o vídeo abaixo e os links do 4 Rodinhas dá para passar um bom tempo curtindo a história da F1 nesse longo intervalo da temporada atual. Divirta-se!
Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Coches de Fangio“, posted with vodpod

Clique e aproveite estas ofertas no Submarino:
Mini Hub USB 2.0 com 4 Portas   Parafusadeira Articulável à Bateria 4,8 V com Maleta e 80 Acessórios   Fragmentadora de Papel c/Cesto Corta 6 Folhas em Tiras

Segredos da Fórmula 1: o pai da F1 moderna

O documentário  Segredos da Fórmula 1 do Discovery Channel mostra a evolução tecnológica de muitos aspectos da F1 de uma forma muito interessante e tem muitas imagens históricas. O documentário na íntegra está à venda no Submarino, clique na capa do DVD e adquira o seu, vale a pena!

 

 

 

Na era dos Grandes Prêmios, antes da Segunda Guerra, os alemães tinham a supremacia nas competições automobilísticas. Além da superioridade de engenharia, a organização da Mercedes-Benz colocava seus adversários no chinelo, foi lá que há 70 anos Alfred Neubauer semeou a estrutura do que hoje é uma equipe da Fórmula 1 moderna.

Neubauer foi o pioneiro no uso de placas para se comunicar com os pilotos e revolucionou as estratégias das corridas. Naquela época uma prova chegava a ter 6 horas de duração e aplicando seus métodos de organização e trabalho nas paradas de reabastecimento e troca de pneus, Neubauer colocava os pilotos da Mercedes muitos minutos à frente dos seus concorrentes. Na década 50, já na era moderna da F1, Alfred Neubauer voltou para a Mercedez com a legendária Flecha Prateada e botou um pouco de ordem no caos que era o circo (literal) da Fórmula 1. Mas ao contrário da engenharia, a evolução da organização para os padrões de hoje foi lenta, muito lenta

Conheça quem foi Alfred Neubauer neste vídeo abaixo. Divirta-se!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Alfred Neubauer“, posted with vodpod

 

 

Clique e aproveite estas ofertas no Submarino:
Carro Mercedes-Benz C-Class GT 1/6 Rádio Controle 7 Funções   Jogo PS2 Midnight Club 3 - DUB Edition Remix   Mercedes-Benz ML63 1/12

GP Alemanha 2008, Insight Hockenheim by Allianz

Hockenheim no Google Maps

Hockenheim no Google Maps

O circuito de Hockenheim foi construído em 1939 pela Mercedes Benz para testar seus carros de competição. No período pós-guerra passou a receber corridas de pequeno porte e em 1970 sediou seu primeiro Grande Prêmio de Fórmula 1. Por causa do terrível acidente com Nick Lauda na pista de Nurburgring em 1976, o GP da Alemanha passou a ser disputado em Hockenheim. Visite o circuito de Hockenhein no Google Maps.

A seguradora Allianz, patrocinadora da equipe Williams, produziu um programete com a animação de uma volta virtual pelo circuito de Hockenheim e comentários de Nico Rosberg. Confira o vídeo do Youtube abaixo. Divira-se!

Clique e aproveite estas ofertas no Submarino:
Extreme Eau de Toilette Natural Spray Masculino Ferrari   Red Eau de Toilette Natural Spray Vapo Masculino Ferrari   Black Eau de Toilette Natural Spray Vapo Masculino Ferrari

GP Monaco 1937

1937 foi o último ano dos poderosos Mercedes e Auto Unions. Eram carros grandes, inadequados a Mônaco, que tinham que ser jogados pra lá e pra cá por seus bravos pilotos. Os Alfa Romeo e Maseratis lutavam para se manter no páreo. A fila da frente tinha os Mercedes de Rudolph Caracciola e Manfred Von Brauchitsch e o Auto Union de Bernd Rosemeyer.

No início, Caracciola liderou seguido por Von Brauchitsch, Rosemeyer e Stuck. O Auto Union de Hasse saiu do túnel em alta velocidade e bateu. Foi socorrido pela ambulância, sem ferimentos graves. Os Mercedes de Caracciola e Von Brauchitsch abriram 15 segundos sobre Rosemeyer. O piloto da Auto Union emparelhou, mas a direção quebrou na volta 19e se chocou com os sacos de areia na curva Gasworks. Von Brauchitsch que vinha derrapando o Mercedes na pista bateu o recorde da volta tentando alcançar seu parceiro de equipe.

Depois dos pit-stops, começou uma disputa entre os dois pilotos da Mercedes. O diretor de equipe Neubauer dava sinais furiosos para Von Brauchitsch deixar Caracciola passar, e o prussiano respondeu mostrando a língua. Na volta 80, Von Brauchitsch finalmente deixou Caracciola passar pois sabia que Rudolph havia destruído os pneus e faria outro pit-stop.

Rosemeyer deu um último golpe, ultrapassando Farina na volta 86 e Zehender na volta 96, terminando em quarto. Embora Von Brauchitsch tenha desobedecido às ordens, Caracciola não reclamou. O chefe da equipe, neubauer,foi quem não ficou tão satisfeito.

*Transcrição das legendas do DVD ‘História do GP de Mônaco’.

 

Clique e aproveite estas ofertas no Submarino:
Baralho Super Copag Fórmula 1 Copag    Fórmula 1 Competición - IMPORTADO   Fórmula 1 9001-05

GP Monaco 1936

1936 foi uma corrida chuvosa e tornou-se um clássico. Caracciola tomou a liderança num Mercedes W125 seguido por Nuvolari, Chiron e Bernd Rosemeyer. Na chicane depois do túnel Tadini deixou uma grande mancha de óleo. Na 2ª volta, os líderes desviaram do óleo, mas Chiron rodou e bateu. Havia carros por todo lado. Farina bateu nos sacos de areia e Von Brauchitsch bateu em Farina.

Após 27 voltas, o Alfa de Nuvolari teve problemas no freio e deixou o Mercedes de Caracciola e os Auto Unions de Varzi e Stuck passarem. Os Auto Unions e Alfas pararam para abastecer. Caracciola também era aguardado mas o piloto da Mercedes usava uma estratégia de não parar. Rudolph Caracciola conseguiu uma vitória extraordinária.

*Transcrição das legendas do DVD ‘História do GP de Mônaco’.

 

Clique e aproveite estas ofertas no Submarino:
Os Grandes Duelos da Fórmula 1 - IMPORTADO   Renault Formula R26 1/10 110    Fórmula 1 - Anuário 2003 - 2004

O Melhor de Correndo no Tempo – nº1 Grandes Equipes

*Transcrição literal da capa do DVD:
O Melhor de Correndo no Tempo - nº1 Grandes Equipes

Se você é um dos que nâo se conformam com o tédio robotizadodas corridas do século 21, prepare-se: RACING THROUGH TIME o levará à época de ouro do automobilismo. Neste número, acompanhe as glórias e tragédias de Lotus e Ferrari, duas das maiores escuderias de todos os tempo. Veja também a fantástica história das Flechas de Prata, bólidos alemães que ultrapassavam 300 km/h em pegas ocorridos há mais de 70 anos. Sinta toda a emoção que os velhos e bons tempos podem oferecer.

Ferrari

O Melhor de Correndo no Tempo - nº1 Grandes Equipes

A saga da escuderia de Enzo Ferrari, surgida em 1929 e destinada a abrigar o talento de Alberto Ascari, Gilles Villeneuve e Michael Schumacher, até se tornar a mais amada e vitoriosa equipe da história da Fórmula 1.

Lotus – Os Primeiros Anos

O Melhor de Correndo no Tempo - nº1 Grandes Equipes

Da garagem da sua casa, Colin Chapman projetava foguetes frágeis e extremamente velozes, consuzindo a equipe inglesa Lotus às primeiras vitórias com pilotos do naipe de Graham Hill e Jim Clark.

Flechas de Prata

O Melhor de Correndo no Tempo - nº1 Grandes Equipes

Nos anos 30, Mercedes-Benz e Auto-Union criaram carros imbatíveis que disputavam entre si o domínio das pistas. Com carrocerias de alumínio sem pintura, eles entraram para a história como as Flechas de Prata.

*Este DVD (mais os outros dois da série) publicado no Brasil pela revista 4 Rodas pode ser seu, é só me mandar mais visitas até o GP do Bahrein.